Embaixada de Portugal em Estocolmo - Suécia

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home
Destaques


Print
There are no translations available.

Permanência consular em Gotemburgo - Cartão de Cidadão (CC) e Passaporte Eletrónico Português (PEP) - 12-13 de outubro de 2016

A Embaixada de Portugal em Estocolmo informa que todos os tempos disponíveis para atendimento durante a permanência consular em Gotemburgo dos dias 12 e 13 de outubro já se encontram preenchidos.

Logo que possível anunciaremos a data da próxima permanência consular naquela cidade, pelo que aconselhamos todos os interessados a que se mantenham atentos à página internet desta Embaixada.

Com os melhores cumprimentos,

A Secção Consular da Embaixada de Portugal em Estocolmo

 
Print
There are no translations available.

Permanência consular em Gotemburgo - Cartão de Cidadão (CC) e Passaporte Eletrónico Português (PEP) - 12-13 de outubro de 2016

Caras/os Concidadã/ãos,

A Embaixada de Portugal em Estocolmo tem o prazer de informar a Comunidade Portuguesa residente nas áreas de jurisdição do Consulado Honorário (CH) de Portugal em Gotemburgo que terá lugar, no dia 12 de outubro, entre as 10h00-12h00 e as 14h00-15h30, e no dia 13 de outubro, entre as 08h30-12h00 e as 13h00-16h00, uma permanência consular em Gotemburgo. Os restantes horários encontram-se reservados para a entrega de Cartões de Cidadão e Passaportes já emitidos.

A permanência consular será assegurada por um funcionário da Secção Consular da Embaixada de Portugal, que se deslocará àquela cidade para o efeito

Nesse âmbito serão tramitados processos de Cartão de Cidadão (CC) e de Passaporte Eletrónico Português (PEP), seja para emissão desses documentos pela primeira vez ou para sua renovação. Para requerer o PEP é necessário deter um CC ou BI nacional válido, independentemente da idade do requerente. Informação adicional poderá ser encontrada na página internet www.secomunidades.pt.

Como solicitar o agendamento desse serviço consular?

Com vista a uma mais adequada planificação desta permanência consular, muito se agradeceria a manifestação de interesse no referido serviço até ao final do próximo dia 4 de outubro através do envio de uma mensagem de correio eletrónico para o endereço This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it , com conhecimento de This e-mail address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it ou,em alternativa, do telefone da Secção Consular da Embaixada de Portugal em Estocolmo, 0(8) 54567067.

Na mensagem que enviar a esta Secção Consular, muito se agradeceria que referisse no assunto “Permanência consular em Gotemburgo 12-13 de outubro de 2016, prestando, no texto da mensagem, a seguinte informação:

1) Nome completo da/o cidadã/o requerente;

2) Telefone de contacto (de preferência número de telemóvel);

3) Morada permanente;

4) Data de nascimento;

5) Está já inscrita/o no Consulado Honorário de Portugal em Gotemburgo? (caso não esteja poderá fazer essa inscrição no momento imediatamente anterior ao do processo de CC ou PEP);

6) Indicar qual o documento que pretende obter pela primeira vez ou renovar (CC ou PEP);

7) Caso pretenda renovar documento, por favor indique o número e a data de validade do atual;

8) Indicar, por ordem da sua preferência, três alternativas de hora a que pretenderia ser atendida/o nas instalações do CH de Portugal em Gotemburgo (em Kungsportsavenyen, nr. 2, Gotemburgo), no dia 12 de outubro, entre as 10h00-12h00 e as 14h00-15h30, ou no dia 13 de outubro, entre as 08h30-12h00 e as 13h00-16h00.

Custo dos serviços consulares, forma de pagamento e modo de entrega dos documentos

Cartão de Cidadão

- 190 SEK (normal, a ser em momento posterior entregue no CH de Portugal em Gotemburgo)

- 427 SEK (urgente, a levantar na Secção Consular da Embaixada de Portugal em Estocolmo)

Passaporte Eletrónico Português

- 712 SEK (normal, a ser em momento posterior entregue no CH de Portugal em Gotemburgo);

- 996 SEK (normal, com entrega na morada indicada);

- 1.043 SEK (expresso, com entrega na morada indicada);

- 1.138 SEK (urgente, com entrega na morada indicada).

O pagamento terá que ser efetuado em numerário, em coroas suecas (SEK).

Com os melhores cumprimentos,

A Secção Consular da Embaixada de Portugal em Estocolmo

 
Print
There are no translations available.

Cursos de Formação à Distância do Instituto Camões

Informa-se que decorre, até ao dia 5 de outubro, o período de candidaturas para os cursos à distância do Instituto Camões a decorrer durante o 1.o semestre letivo de 2016/17.

Os cursos disponíveis e informações adicionais podem ser consultados em http://cvc.instituto-camoes.pt/formacao-a-distancia-geral/novos-cursos.html.

Como habitualmente, os docentes da rede de Ensino Português no Estrangeiro e Agentes de Cooperação do Camões, I.P. beneficiam de redução em propina de cursos.

 
  • «
  •  Start 
  •  Prev 
  •  1 
  •  2 
  •  3 
  •  4 
  •  5 
  •  6 
  •  7 
  •  8 
  •  9 
  •  10 
  •  Next 
  •  End 
  • »



embaixada_front-sm
Contactos
Narvavägen 30-32  2 Tr
115 22 Estocolmo
Suécia
Tel: +46 (0)8 545 670 60
[Ver Detalhe]
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Destaques

There are no translations available.

Redes de Cooperação Cultural Transnacionais: Portugal europeu, lusófono e iberoamericano

Este é um projeto de investigação de pós-doutoramento, apoiado pela FCT com a referência SFRH/BPD/101985/2014, que está a ser desenvolvido em Portugal (CECS-UM), em Espanha (FCC-USC) e no Brasil (ECA-USP) https://culturalcooperationnetworks.wordpress.com/sobre/.

O projeto visa, através do diagnóstico de fatores críticos de sucesso do processo de comunicação no seio de redes e entre redes, fomentar e qualificar as práticas de trabalho em rede dos profissionais e das organizações do setor cultural e criativo portugueses, apoiando a aquisição de aptidões, competências e conhecimentos que concorram para facilitar o acesso mais generalizado às oportunidades profissionais e para promover a cooperação cultural nacional e transnacional. O plano de trabalhos da investigação, que se iniciou em fevereiro de 2015 e termina em janeiro de 2021, integra a realização de três Congressos Internacionais:

  • O primeiro em Portugal, no ano de 2016;
  • O segundo em Espanha, no ano de 2018;
  • O terceiro no Brasil, no ano de 2020.

Os congressos visam promover a discussão crítica e construtiva sobre as redes de cooperação cultural transnacionais, respetivamente, no contexto lusófono, no contexto europeu e no contexto iberoamericano.

O Congresso Internacional - "Redes de Cooperação Cultural Transnacionais: Um olhar sobre a realidade lusófona" ocorrerá no dia 16 de novembro de 2016 na Sala de Atos do Instituto de Ciências Sociais da Universidade do Minho (Braga - Portugal).

A Comissão Científica do Congresso convida todos os interessados a apresentar comunicações que sejam contributos substantivos para a reflexão e intervenção no domínio da gestão de redes culturais, nomeadamente no que concerne a aspetos relacionados com os seguintes tópicos:

  • Políticas Culturais;
  • Cooperação Cultural;
  • Comunicação Intercultural;
  • Comunicação Estratégica e Organizacional;
  • Capacitação dos profissionais do setor cultural e criativo;
  • Mobilidade e Internacionalização

Apresentação

As redes, enquanto modelo de organização social, e a cooperação, enquanto forma de intervenção cultural, não são invenções contemporâneas, mas é indiscutível que a revolução tecnológica que se iniciou na década de sessenta do século XX provocou alterações significativas nos processos de comunicação contribuindo de forma decisiva para fazer surgir uma nova estrutura social dominante, que apesar de ter contradições representa uma transformação qualitativa da experiência humana; e para que o processo de globalização tenha adquirido uma dinâmica tal que se tornou inevitável a procura de novas e mais imaginativas estratégias para fazer face aos efeitos da glocalização. A promoção de redes de cooperação cultural - formais ou informais e de escala local, regional, nacional ou transnacional -, mais que um perigo, deve por isso ser encarada como uma oportunidade, tanto mais que estas podem potenciar o amplamente reconhecido papel que a cultura pode ter, nomeadamente, no desenvolvimento sustentável à escala local, regional ou transfronteiriça.

A implementação e a participação em redes depende de múltiplos fatores, como por exemplo a afinidade entre os integrantes ou disponibilidade para promover processos de mudança de forma a desenvolver programas de melhoria continuada, sendo que aspetos relacionados com os processos de comunicação e de liderança, associados a dificuldades técnicas e de confiança entre os membros das redes, têm sido apontados como alguns dos entraves à cooperação em rede. Estas poderão ser algumas das condicionantes que têm contribuído para que o trabalho em rede em Portugal no setor cultural esteja, à primeira vista, a ser entendido mais na perspetiva da criação de um conjunto de infraestruturas do que o estabelecimento de uma teia densa de relações; e para que a participação portuguesa em redes de cooperação cultural transnacionais possa estar em linha com a fraca internacionalização dos profissionais do setor cultural e criativo nacionais e europeus.