Embaixada de Portugal em Estocolmo - Suécia

  • Aumentar o tamanho da fonte
  • Tamanho padrão da fonte
  • Diminuir tamanho da fonte
Home
Destaques


Versão para impressão

Fundo solidário de apoio às vítimas dos incêndios - REVITA

Aproveitando esta oportunidade para renovar os agradecimentos do Governo a quem tenha manifestado interesse em apoiar as comunidades afetadas pelos graves incêndios que afetaram a região centro do país em junho passado, cumpre-nos informar que o Governo decidiu criar o REVITA, um fundo de âmbito social encarregue da gestão dos donativos (em dinheiro, espécie ou serviços) entregues no âmbito da solidariedade demonstrada.

Em estreita colaboração com os Municípios e com vista à revitalização das áreas afetadas pelos incêndios, o REVITA visa promover a reconstrução ou reabilitação de habitações e seu recheio. Pretende-se, deste modo, contribuir para uma maior eficiência na gestão dos recursos alocados a este Fundo e na sua afetação aos que deles necessitam, promovendo um reforço da celeridade em todo o processo de revitalização das áreas afetadas.

Mais informação poderá ser consultada na página internet www.fundorevita.pt, que tem como objetivo prestar informação acerca do funcionamento do Fundo, podendo as manifestações de solidariedade ou dúvidas sobre como apoiar as comunidades afetadas ser remetidas para o endereço de correio eletrónico Este endereço de e-mail está protegido de spam bots, pelo que necessita do Javascript activado para o visualizar .

 
Versão para impressão

Feira do Livro Infantojuvenil em Português

Já se encontra-se disponível em: https://portcast.net/programaflip/ o programa da FLIP 2017 – Feira do Livro Infantojuvenil em Português em Estocolmo.

 
Versão para impressão

150.º Aniversário da abolição da pena de morte em Portugal

Celebrou-se no passado dia 1 de julho de 2017 o 150.º aniversário da abolição da pena de morte em Portugal. A abolição desta pena desumana e cruel, medida em que Portugal foi um país pioneiro, é uma das prioridades da nossa política externa de direitos humanos. A pena capital viola o direito à vida, consagrado na Declaração Universal dos Direitos Humanos, não sendo compatível com a dignidade humana. É também uma pena irreversível e com um efeito dissuasor questionável, pelo que Portugal só opõe à sua aplicação em quaisquer circunstâncias e em todos os casos, exortando todos os Estados que ainda não o tenham feito a por um fim a esta prática.

 



embaixada_front-sm
Contactos
Narvavägen 30-32  2 Tr
115 22 Estocolmo
Suécia
Tel: +46 (0)8 545 670 60
[Ver Detalhe]
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária
Faixa publicitária

Destaques

Jornadas Europeias do Património 2016, Comunidades e Culturas 23, 24 e 25 de setembro.

Para assinalar as Jornadas Europeias do Património 2016, que se realizam este ano nos dias 23, 24 e 25 de setembro, a Direção-Geral do Património Cultural, adotou o tema Comunidades e Culturas.

A ideia genérica de fazer evidenciar, em 2016, a importância da relação entre o Património e as Comunidades, foi acordada entre grande parte dos países membros do Conselho da Europa, encontrando-se alinhada com as preocupações e objetivos expressos na Convenção de Faro (Convenção Quadro do Conselho da Europa relativa ao valor do património cultural para a sociedade) e noutros documentos referenciais entretanto emanados quer do Conselho da Europa quer da Comissão Europeia, enfatizando a importância do papel que as comunidades desempenham na gestão da sua própria herança cultural e nos ambientes que as envolvem, e também chamando a atenção para os valores do património cultural no seu desenvolvimento socioeconómico.

Este tema foi escolhido com o objetivo de destacar e envolver as múltiplas formas de comunidade, comunidades locais, escolares, de bairro, clubes, associações de desenvolvimento, organizações não-governamentais, sejam de caráter cultural, religioso, filosófico, científico, desportivo ou recreativo, ou outras, preocupadas e vocacionadas para o conhecimento, proteção, desenvolvimento, utilização e organização dos seus próprios ambientes culturais, nas mais variadas formas. Hoje, muitas destas comunidades têm uma presença muito ativa nas redes sociais, na internet, agregando pessoas e grupos em torno de temas que respeitam às identidades de lugares, de cidades, a memórias de acontecimentos e a causas comuns.

A Direção-Geral do Património Cultural convida, assim, entidades a associarem-se às JEP 2016, através da apresentação de iniciativas a desenvolver nos dias 23, 24 e 25 de setembro.

Poderá aceder a toda a informação na página criada para este efeito em http://w3.patrimoniocultural.pt/jep2016/private/, com acesso privilegiado através do nome de utilizador: JEP e a password: cultura2016, onde poderá inserir on-line as iniciativas a desenvolver, impreterivelmente até ao dia 2 de setembro, e ter ainda acesso ao cartaz e às respetivas normas de utilização.

Mais uma vez este ano, as Jornadas Europeias do Património em Portugal associam-se ao Conselho da Europa na divulgação das atividades portuguesas, a nível europeu, através de um Portal, com o mapa da Europa, onde estarão visíveis todas as iniciativas das entidades que participem nas JEP 2016.

Para poder aceder à sua programação no Portal Europeu do Conselho da Europa, consulte o seguinte endereço a partir de setembro:http://www.europeanheritagedays.com/.

Todas as dúvidas poderão ser esclarecidas através do email jep@dgpc.pt ou através dos telefones 00351213614246/248 (DDCI/DGPC).