Embaixada de Portugal em Estocolmo - Suécia

  • Öka teckenstorlek
  • Standard teckenstorlek
  • Minska teckenstorlek
Home
Destaques


Skriv ut
There are no translations available.

Plataforma de ensino a distância “Português Mais Perto"

Foi apresentada e lançada no dia 7 de fevereiro a Plataforma de ensino a distância “Português Mais Perto”, numa iniciativa do Camões, I.P. e da Porto Editora.

Esta ferramenta disponibiliza cursos de Português Língua Materna para aqueles que estudaram em Portugal, correspondentes aos programas do 1º ao 12º anos, e cursos de Português Língua de Herança, neste momento nos níveis iniciais A1 e A2 para aqueles que fizeram toda a sua escolaridade no estrangeiro. Além disso, os cursos estão disponíveis nas modalidades de autoaprendizagem (40 Euros/ano) e com tutoria (90 Euros/ano), estando este acompanhamento a cargo do Camões, I.P.

A Plataforma “Português Mais Perto” está concebida como um apoio às famílias que pretendem que os seus educandos mantenham a aprendizagem de língua portuguesa, não sendo uma alternativa à escolaridade no contexto em que se encontram.

O projeto pretende constituir um complemento à rede de ensino atualmente existente chegando a novas geografias e colmatando outras necessidades.

A Plataforma “Português Mais Perto” pode ser acedida diretamente através do endereço http://www.portuguesmaisperto.pt ou através do portal do Camões, I.P.

 
Skriv ut
There are no translations available.

Coreógrafa portuguesa Tânia Carvalho apresenta "Weaving Chaos" em Estocolmo

Nos dias 16 e 17 de feveriero, a coreógrafa portuguesa Tânia Carvalho irá apresentar o seu trabalho em Estocolmo. Para mais informações acerca do evento aceda a: http://dansenshus.se/en/event/weaving-chaos/.

 
Skriv ut
There are no translations available.

Comunicado do Governo - Dia Internacional dos Direitos Humanos

"O dia 10 de dezembro é o dia internacional dos direitos humanos e assinala o aniversário da proclamação da Declaração Universal dos Direitos do Homem, adotada neste mesmo dia em 1948 na Assembleia-Geral das Nações Unidas.

"Elaborada no rescaldo da Segunda Guerra Mundial, esta histórica Declaração reafirma a igualdade e dignidade de todos os seres humanos, fundada no reconhecimento de que todos nascemos livres e iguais em dignidade e dotados de um conjunto inalienável de direitos de caráter universal e não discriminatório. A unidade essencial entre direitos civis e políticos e direitos económicos, sociais e culturais, persiste, desde então, como vetor fundamental da conceção onusiana gizada na Declaração.

Em 1948, como hoje, as palavras do Preâmbulo da Declaração mantém inteira acuidade: o desconhecimento e desprezo dos direitos do Homem potenciam atos de barbárie que revoltam a consciência da Humanidade. Palavras tanto mais urgentes no quadro de crises humanitárias recentes, provocadas pelo afluxo massivo de migrantes e refugiados de zonas delapidadas pela Guerra, catástrofes naturais e outras emergências humanitárias.

O advento de um mundo em que os seres humanos sejam livres de falar e de crer, libertos do terror e da miséria, permanece como a mais alta inspiração do Homem Portugal elevou esta aspiração do Preâmbulo da Declaração a imperativo ético-jurídico, materializando em políticas concretas de promoção e proteção dos direitos humanos. Na esfera internacional, estes princípios continuam a orientar a política externa portuguesa e, muito particularmente, a nossa atividade enquanto membros do Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas (2015-2017).

Para Portugal, a adoção, em 2015, no quadro das Nações Unidas, da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável, é entendida no sentido da consolidação desta as piração histórica de aquisição de um padrão comum de direitos humanos e desenvolvimento sustentável universalmente aplicável."

 



embaixada_front-sm
Contactos
Narvavägen 30-32  2 Tr
115 22 Estocolmo
Suécia
Tel: +46 (0)8 545 670 60
[Ver Detalhe]
Annons
Annons
Annons
Annons
Annons
Annons
Annons
Annons
Annons

Destaques

There are no translations available.

Jornadas Europeias do Património 2016, Comunidades e Culturas 23, 24 e 25 de setembro.

Para assinalar as Jornadas Europeias do Património 2016, que se realizam este ano nos dias 23, 24 e 25 de setembro, a Direção-Geral do Património Cultural, adotou o tema Comunidades e Culturas.

A ideia genérica de fazer evidenciar, em 2016, a importância da relação entre o Património e as Comunidades, foi acordada entre grande parte dos países membros do Conselho da Europa, encontrando-se alinhada com as preocupações e objetivos expressos na Convenção de Faro (Convenção Quadro do Conselho da Europa relativa ao valor do património cultural para a sociedade) e noutros documentos referenciais entretanto emanados quer do Conselho da Europa quer da Comissão Europeia, enfatizando a importância do papel que as comunidades desempenham na gestão da sua própria herança cultural e nos ambientes que as envolvem, e também chamando a atenção para os valores do património cultural no seu desenvolvimento socioeconómico.

Este tema foi escolhido com o objetivo de destacar e envolver as múltiplas formas de comunidade, comunidades locais, escolares, de bairro, clubes, associações de desenvolvimento, organizações não-governamentais, sejam de caráter cultural, religioso, filosófico, científico, desportivo ou recreativo, ou outras, preocupadas e vocacionadas para o conhecimento, proteção, desenvolvimento, utilização e organização dos seus próprios ambientes culturais, nas mais variadas formas. Hoje, muitas destas comunidades têm uma presença muito ativa nas redes sociais, na internet, agregando pessoas e grupos em torno de temas que respeitam às identidades de lugares, de cidades, a memórias de acontecimentos e a causas comuns.

A Direção-Geral do Património Cultural convida, assim, entidades a associarem-se às JEP 2016, através da apresentação de iniciativas a desenvolver nos dias 23, 24 e 25 de setembro.

Poderá aceder a toda a informação na página criada para este efeito em http://w3.patrimoniocultural.pt/jep2016/private/, com acesso privilegiado através do nome de utilizador: JEP e a password: cultura2016, onde poderá inserir on-line as iniciativas a desenvolver, impreterivelmente até ao dia 2 de setembro, e ter ainda acesso ao cartaz e às respetivas normas de utilização.

Mais uma vez este ano, as Jornadas Europeias do Património em Portugal associam-se ao Conselho da Europa na divulgação das atividades portuguesas, a nível europeu, através de um Portal, com o mapa da Europa, onde estarão visíveis todas as iniciativas das entidades que participem nas JEP 2016.

Para poder aceder à sua programação no Portal Europeu do Conselho da Europa, consulte o seguinte endereço a partir de setembro:http://www.europeanheritagedays.com/.

Todas as dúvidas poderão ser esclarecidas através do email jep@dgpc.pt ou através dos telefones 00351213614246/248 (DDCI/DGPC).