Embaixada de Portugal em Estocolmo - Suécia

  • Öka teckenstorlek
  • Standard teckenstorlek
  • Minska teckenstorlek
Home
Destaques


Skriv ut
There are no translations available.

Feira do Livro Infantojuvenil em Português

Já se encontra-se disponível em: https://portcast.net/programaflip/ o programa da FLIP 2017 – Feira do Livro Infantojuvenil em Português em Estocolmo.

 
Skriv ut
There are no translations available.

150.º Aniversário da abolição da pena de morte em Portugal

Celebrou-se no passado dia 1 de julho de 2017 o 150.º aniversário da abolição da pena de morte em Portugal. A abolição desta pena desumana e cruel, medida em que Portugal foi um país pioneiro, é uma das prioridades da nossa política externa de direitos humanos. A pena capital viola o direito à vida, consagrado na Declaração Universal dos Direitos Humanos, não sendo compatível com a dignidade humana. É também uma pena irreversível e com um efeito dissuasor questionável, pelo que Portugal só opõe à sua aplicação em quaisquer circunstâncias e em todos os casos, exortando todos os Estados que ainda não o tenham feito a por um fim a esta prática.

 
Skriv ut
There are no translations available.

Mensagem de Sexa. o Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas - "O orgulho de ser português"

No dia 10 de Junho celebra-se o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas. Neste 10 de Junho de 2017, cujas cerimónias oficiais têm epicentro nas cidades do Porto, São Paulo e Rio de Janeiro, celebra-se também uma época de otimismo que envolve o país e reforça o orgulho de todos os que vibram com o sucesso de Portugal.

A vitória da seleção de futebol no Euro 2016, a eleição de António Guterres para Secretário-Geral das Nações Unidas, a vitória de Salvador Sobral no Festival da Eurovisão, a eleição das cidades portuguesas nos rankings do Turismo, o posicionamento cimeiro das universidades nacionais nos rankings mundiais de excelência no ensino, na investigação e na ciência, são apenas alguns dos exemplos mais recentes do início de ciclo virtuoso que o país está a viver.

Não menos relevante, a nível político, devo sublinhar a saída de Portugal do Procedimento por Défice Excessivo, com a obtenção, em 2016, de um valor do défice orçamental de 2,1% do PIB; ou até o crescimento de 2,8%, registado no primeiro trimestre deste ano à graças, sobretudo, às exportações e ao investimento; e sem esquecer a substancial redução da taxa de desemprego com a evidente criação de oportunidades de trabalho no nosso país.

A estas conquistas políticas permitam-me que adicione a obtenção de alguns objetivos atingidos nas matérias que me dizem diretamente respeito. É que também nas Comunidades Portuguesas há, este ano, razões de satisfação.

Destaco a entrada em funcionamento do ato único de inscrição consular, em Barcelona. Até 2019, teremos condições de alargar esta mudança de paradigma nos serviços consulares à grande parte da rede externa do MNE. Com o desenvolvimento deste projeto os cidadãos só têm que fazer uma inscrição consular mesmo que mudem de localidade ou de país.

Enalteço a aprovação em Conselho de Ministros, aguardando a concordância dos partidos na Assembleia da República, do recenseamento automático que representa o reconhecimento de um direito fundamental àqueles que, todos os dias, afirmam Portugal no mundo, garantindo-lhes as mesmas condições no recenseamento que estão asseguradas aos portugueses em território nacional, tornando-o automático e vinculado à morada do Cartão do Cidadão.

Recordo ainda que foi aprovado o Decreto-Lei que altera o Regulamento da Nacionalidade Portuguesa procedendo-se à simplificação do processo de atribuição e aquisição da nacionalidade, tornando-o mais justo e célere, mas sem que se coloque em causa o rigor do mesmo.

Posso ainda referir a entrada em funcionamento dos “Espaço do Cidadão”, em Paris e em São Paulo; a aplicação “Registo Viajante” que dá maior garantia de apoio e proteção consular aos portugueses em mobilidade; a criação da plataforma de ensino da língua portuguesa à distância, denominada “Português Mais Perto”, numa parceria entre o Camões, I.P., e a Porto Editora, tendo em vista criar condições de contato e de aprendizagem da língua portuguesa aos filhos de uma jovem geração que, estando em mobilidade por razões essencialmente profissionais, mantém a vontade de regresso ao País.

Neste 10 de Junho que celebra o Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades Portuguesas há novas razões para reforçar o orgulho de sempre.

José Luís Carneiro

Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas

 



embaixada_front-sm
Contactos
Narvavägen 30-32  2 Tr
115 22 Estocolmo
Suécia
Tel: +46 (0)8 545 670 60
[Ver Detalhe]
Annons
Annons
Annons
Annons
Annons
Annons
Annons
Annons
Annons

Destaques

There are no translations available.

   

Evocação do início da I Grande Guerra

À medida que se aproxima a evocação do início da I Grande Guerra, têm vindo a aumentar, de maneira significativa, as iniciativas que assinalam o Centenário, com origem em diversas organizações internacionais e em vários países independentemente de terem tido a condição de beligerantes.
A nível nacional, é notório o crescente interesse despertado por esta temática, visível na organização de conferências, colóquios, seminários, exposições, espetáculos de música, de teatro, (re)edição de livros, projeção de filmes, visitas guiadas, etc., por parte de universidades, centros de investigação, bibliotecas, fundações, autarquias, órgãos de comunicação social, associações de caráter diverso, não só na capital como também em todo o país.
A nível governamental, destaca-se a programação do Ministério da Defesa Nacional. No Ministério dos Negócios Estrangeiros estão em curso de preparação algumas iniciativas, cuja primeira, a exposição itinerante "A diplomacia portuguesa e a Grande Guerra", se espera, venha a estar pronta em outubro próximo.

Para além da informação disponível em diversas páginas e portais de entidades promotoras destes eventos, existe ainda informação relevante nas seguintes páginas:

http://www.portugal1914.org/

http://www.memorialvirtual.defesa.pt/Paginas/Splash.aspx

http://www.portugalgrandeguerra.defesa.pt/Paginas/default.aspx