Embaixada de Portugal em Estocolmo - Suécia

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Home Economic
Print
There are no translations available.

Relações Bilaterais Portugal-Suécia

 

 Balança Comercial de Bens de Portugal com a Suécia

  2009 2010 2011 2012 2013

2014 (Jan-Set)

Exportações 366,6 381,4 444,6 462,1 441,5 360,7
Importações 529,0 580,0 627,6 568,0 549,0 490,7
Saldo -162,5 -198,6 -183,0 -105,9 -107,5 130,1
Coef. Cobertura 69,3% 65,8% 70,8% 81,4% 80,4% 73,5
Unid: Milhões euros; Fonte: INE - Instituto Nacional de Estatística de Portugal

 

Em 2013, a Suécia, como cliente de Portugal, comprou produtos num valor equivalente a 0,93% do total exportado, posicionando-se em 14º lugar na lista dos nossos clientes. Por seu lado, a Suécia, como fornecedora, ocupou em 2013 o 17º lugar, com 0,96% do total importado por Portugal em 2011.


Expedições para a Suécia

Em 2013 as nossas expedições para o mercado sueco atingiram 441,5 milhões Euros. Os principais grupos de produtos portugueses exportados para a Suécia foram:

  2009  2012

2013 

Variação % 13/12

Minerais e minérios 94,7 91,3 84,3 -7,7
Vestuário 57,9 48,8 55,0 12,6
Máquinas e aparelhos 42,2 66,6 76,4 14,8
Pastas celulósicas e papel 15,7 36,9 31,6 -14,4
Matérias têxteis 22,0 23,2 25,9 11,7
Calçado 17,7 30,2 32,9 8,9
Alimentares 21,6 22,5 22,2 -1,5
Veículos e outro material de transporte 15,0 22,7 20,6 -9,4
Metais Comuns 16,7 15,8 17,4 10,2
Químicos 8,0 7,0 6,5 -8,0
Plásticos e borracha 9,2 16,2 14,4 -11,1
Madeira e cortiça 4,6 7,5 8,4 11,8
Combustíveis minerais 3,0 18,8 0,0 -100,0
Instrumentos de óptica e precisão 5,4 5,8 4,6 -21,8
Peles e couros 0,6 1,1 1,6 38,4
Agrícolas 3,6 1,1 1,5 33,5
Outros 26,4 46,4 38,4 -17,2
Valores confidenciais 2,0 0 0 §
Total 366,5 462,1 441,5 -4,5
Unid: Milhões euros; § - Coeficiente de variação >= 1000% ou valor zero em 2012; Fonte: INE - Instituto Nacional de Estatística

 

Chegadas a Portugal

Os principais grupos de produtos expedidos da Suécia para Portugal foram:

  2009 2012 2013 Variação % 13/12
Agrícolas 95,1 197,0 180,5 -8,4
Máquinas e aparelhos  138,0 101,9 76,9 -24,5
Químicos 67,3 63,8 69,7 9,2
Metais comuns 28,2 45,7 58,0 27,1
Pastas celulósicas e papel 40,8 52,5 53,7 2,4
Veículos e outro mat. transporte 40,2 36,4 37,0 1,5
Plásticos e borracha 18,8 20,4 22,5 10,0
Combustíveis minerais 35,0 4,5 13,1 193,5
Instrumentos de óptica e precisão 15,1 14,0 12,0 -14,1
Matérias têxteis 6,6 6,1 5,8 -4,8
Madeira e cortiça 10,4 7,1 5,5 -22,3
Alimentares 4,6 3,8 3,5 -7,2
Minerais e minérios 1,1 2,2 2,5 10,6
Peles e couros 3,9 3,9 2,0 -49,7
Vestuário 6,4 3,6 1,4 -60,0
Calçado 0,1 0,3 0,3 5,9
Outros produtos 3,8 4,8 4,5 -6,8
Valores confidenciais 13,6 0 0 §
Total 529,0 568,0 549,0 -3,4
Unid: Milhões euros; § - Coeficiente de variação >= 1000% ou valor zero em 2012; Fonte: INE - Instituto Nacional de Estatística

   

Para saber mais:

AICEP Portugal Global www.portugalglobal.pt (Mercados Extermos>Europa>Suécia)

 

 

Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner
Banner

Destaques

There are no translations available.

Portugal eleito membro do Conselho dos Direitos Humanos

No dia 21 de outubro de 2014, por votação na Assembleia Geral das Nações Unidas em Nova Iorque, Portugal foi eleito pela primeira vez membro do Conselho de Direitos Humanos, tendo recebido 184 votos, de um total de 186 países presentes e votantes, de entre 193 membros, passando a ocupar uma das duas vagas destinadas a países do Grupo da Europa Ocidental e Outros Estados, em que se insere. Os votos recebidos por Portugal correspondem à quarta votação mais elevada no quadro dos 5 grupos regionais em que se distribuem as 15 vagas e à maior votação de sempre no quadro do Grupo regional em que está inserido.

O mandato tem a duração de três anos e inicia-se no dia 1 de janeiro de 2015, com os demais 14 países eleitos e reeleitos na mesma data, Albânia, Bangladesh, El Salvador, Gana, Letónia, Nigéria, Paraguai, Países Baixos e Qatar, e Bolívia, Botswana, Congo, Índia e Indonésia, respectivamente.  

O Conselho, criado em 2006 para substituir a Comissão de Direitos Humanos, zela pela proteção e promoção dos Direitos Humanos em todo o mundo.

Consulte aqui a página do Governo de Portugal.